Bem-vindo (a)!

Estética e Cultura de Massa UnB

Shakespeare: Bruxas de Macbeth: “O belo é feio, o feio é belo” .
Shakespeare: Bruxas de Macbeth: “O belo é feio, o feio é belo” .

Estética e reprodutibilidade técnica. Comunicação e Arte. Crítica da cultura e da arte!

 

Reflexões sobre a arte e o seu valor diante da reprodutibilidade técnica das imagens, iniciada pela fotografia, pelo cinema, transformada pela música pop, pela televisão, vídeo e pelo computador, constituindo uma cultura visual contemporânea. Atualidade do conceito de estética e suas dificuldades. Discussão de categorias capazes de compreender a produção artística contemporânea como sublime, simulacro, multiculturalismo, entre outras. Desenvolvimento da experiência estética e da reflexão crítica criativa a partir da análise de diferentes produtos culturais e obras artísticas. Leituras e releituras de horror, através da análise de obras audiovisuais e bibliográficas sobre o monstro/monstruoso, o abjeto, o corpo deformado, o estranho, o feio, o medo, o Outro.

 

 

Divirta-se!

2012

Site de estudo, pesquisa, entretenimento, aquisiçao de obras virtuais em vários fomatos (avi, rmvb, pdf, word, mp3, mp4, jpeg, entre outros) discussão e afins. Criado para auxiliar estudandes da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília, da disciplina Estética e Cultura de Massa e para interessados nos mais variados temas estéticos e culturais.

 

 

Por que a Beleza Importa (Why Beauty Matters, Roger Scruton)

Assita o vídeo legendado em: http://pt.gloria.tv/?media=331575  (único local com legenda pt-br disponível).

 

 

Roger Scruton e "O Belo e a Consolação"

Os melhores exemplos de street art em 2012 (48 pictures)

Clique e veja 47 imagens de street art

“A nossa verdade possível tem que ser invenção, ou seja, literatura, pintura, escultura, agricultura, piscicultura, todas as turas deste mundo. Os valores, turas, a santidade, uma tura, a sociedade, uma tura, o amor, pura tura, a beleza, tura das turas.”

(Rayuela de Julio Cortázar)

Dicionário de Poética e Pensamento

Clique e vá...

É um dicionário digital. Distingue-se por ser feito de verbetes-questões e não por definições conceituais ou levantamento de significados semânticos. O leitor terá para cada verbete diferentes acessos através de considerações e passagens essenciais de diversos pensadores e poetas. Tais acessos querem provocar o leitor e levá-lo a questionar, a pensar, mostrando como cada verbete se constitui numa questão que não pode ser definida através de um conceito ou de conceitos. Cabe ao leitor, pelo confronto das diferentes afirmações ou interrogações, construir o seu pensamento. A questão como questão será a identidade das diferentes

posições.

 

Prof. Dr. Manuel Antônio de Castro (Autor) 

 

Princípio e fim se reúnem na circunferência do círculo (Heráclito, frag.103).

 

 

Neil Gaiman e o Livro Livre

 O inglês Neil Richard Gaiman (1960)é um autor de romances e quadrinhos. Entre suas obras em prosa estão "Deuses Americanos" e "Belas Maldições", a segunda em parceria com Terry Pratchett; e sua criação quadrinística mais conhecida é Sandman, que tem como personagens principais Sandman, a personificação antropomórfica do Sonho, também é conhecido como Morpheus, numa referência à mitologia grega.

 

Em coletiva durante a FLIP 2008 o escritor e roteirista Neil Gaiman falou um pouco de suas opiniões sobre livros e quadrinhos disponibilizados gratuitamente na internet. Em meio à conversa ele citou um projeto de democratização da leitura recém-lançado e que havia sido apresentado à sua conterrânea e também escritora Zoe Heller pelo criador do Livro Livre, Pedro Markun.

 

"O inimigo não é a ideia de que as pessoas estão lendo livros de graça, ou lendo na internet de graça. Da minha perspectiva, o inimigo é as pessoas não lerem". (Neil Gaiman)

Quino, o cartunista argentino autor da Mafalda, desiludido com o rumo deste século no que diz respeito a valores e educação, deixou impresso no cartum o seu sentimento:

Clique aqui!

Falta acesso à cultura
Brasileiros diminuem participação em atividades culturais em 2011

 

As pessoas não frequentam um ambiente cultural por uma questão financeira ou por falta de hábito? Como formar o consumidor da cultura ?

 

Veja o que afirma a pesquisa da Fecomércio do Rio de Janeiro sobre o acesso a cultura, em matéria de Jorge Barbosa, no Diário de Natal.

 

Clique na imagem e leia a matéria completa.

 

Equipe do Site:

Click na imagem para o CV Lattes de Gustavo de Castro e Silva

 

Supervisão:

 

Professor Dr. Gustavo de Castro


Gustavo é apenas um não querer dizer, mas sim fazer.

Ele é poeta e

 

gustavocastroesilva@gmail.com

 

 

 

Organização:

 

Verônica Brandão (Doutoranda em Comunicação pela UnB / Linha de Pesquisa: Imagem e Som)

 

Mestra pela UnB (Imagem e Som). Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Audiovisual, pela Universidade Estadual de Goiás.

 

Contato/ Dúvidas/Sugestões: vguibrasil@gmail.com

 

Nossos agradecimentos aos pesquisadores/colaboradores/estetas que contribuem para abrilhantar o site.

 

Equipe de Pesquisa:

Alex Vidigal Rodrigues de Sousa (mestrando)
André Gonçalves da Costa (doutorando)
Ciro Inácio Marcondes (doutorando)

Daniela Marinho (mestranda)

Délcia Silva Francischetti (mestranda) 

Gabriela Freitas (doutoranda)

Liana Lessa (mestranda)

 

 

Orientação: Dr. Gustavo de Castro e Silva

Colaboração especial: Dra. Florence Dravet

 

 

 

"Da Perfeição da Vida

Por que prender a vida em conceitos e normas?

O Belo e o Feio... O Bom e o Mau... Dor e Prazer...

Tudo, afinal, são formas

E não degraus do Ser!"

Mário Quintana

Contador de visitas

WARBURG (banco de imagens)

Centro de História da Arte e Aqueologia

TRAVESSIA POÉTICA Manuel Antônio de Castro